Dicas,

Terapia Fofa

19:20 Emanuelly Magal 3 Comments



Oi meuzamoreeesss tudo bem com voxezi?! Aposto que vocês devem estar pensando "porque ela ta falando desse jeito com agente O.o? Vou explicar agorinha!O post de hoje é bem diferente dos anteriores, é sobre algo que eu passei e quero compartilhar com vocês. Algo meio triste e ao mesmo tempo fofinho, e que eu dei o nome de "Terapia Fofa."Vocês percebem que todas as vezes que eu venho aqui pra falar sobre algo, ou lá no Youtube, eu estou sempre transmitindo um ar de empolgação e alegria, mas como diz aquele ditado: "Quem ver cara não ver coração." 

Recentemente eu passei, e venho passado por alguns problemas familiares que me machucaram muito. Não estou dizendo que minha família que está sofrendo, mas pessoas da minha família me machucaram de certa forma que eu cheguei ao ponto de querer sair um tempo do meu própriolar pra descansar meu psicológico. Afinal, ninguém gosta de ser humilhado não é mesmo?! Isso me machucou tanto que eu me fechei para algumas pessoas da minha família, pois essas coisas se repetiam diariamente.Mas nunca devemos tomar decisões de cabeça cheia ou agir pela emoção, e sim parar, refletir e pedir aquele que nunca nos abandona, venha nos ajudar. Deus.E foi o que eu fiz. 

Sair, fui num lugar onde eu pudesse refletir e conversei com Deus, e ele enviou uma amiga minha, que apareceu no momento em que eu tanto precisava. Ela me aconselhou, e me disse tantas coisas que pareciam que ela sabia tudo da minha vida, e me fez refletir a partir do momento em que ela disse: "Tudo que começa errado, termina pelo errado". E era o que eu iria fazer, sair de casa sem a autorização dos meus pais, coisa que eu nunca imaginei em fazer.As coisas que ela me disse, fez com que eu me sentissem melhor, mas ainda no fundo no fundo eu estava meio pra baixo. E é aí que a Terapia Fofa entra na história. 

Minha tia teve Bebê recentemente, veio passar uns dias aqui em casa. Gente! Quando ela me deu aquela coisinha fofa tão molinha pra eu carregar eu fiquei meio acanhada pois ele ainda está bem novinho, mas mesmo assim segurei. Ele olhou pra mim e começou a sorrir e a fazer gracinhas, aí aquilo foi mexendo comigo e me trazendo uma tranquilidade e além disso me fez esquecer das coisas ruins que me havia acontecido.


Esse é o João Pedro. A pessoinha a qual eu estou apaixonada, haha!


Gente, o que eu quero trazer pra vocês através nesse post, não é que um Bebê vai resolver seus problemas, mas quando certas situações vierem nos deixar pra baixo, nós venhamos buscar o máximo de equilíbrio possível, coisas que venham nos trazer paz, tranquilidade e outras coisas boas.
Eu acredito que os Bebês, mesmo sendo chorões, façam cocô fedendo, acordam na madrugada pra brincar, eles sempre vão ser os queridinhos das pessoas, por serem especiais, inocentes e sem maldade de espírito. E independente da situação, pra eles a vida é sempre  motivo de felicidade. 

Então galera, não deixem que certas situações te deixem pra baixo. Você é quem tem que achar o seu valor, busque o máximo de coisas que possa te transmitir coisas boas, e depois que tudo isso passar, vocês terão uma bela história pra contar e ajudar pra outras pessoas ao seu redor.





E aí gostaram do Post?
Me digam nos comentários!



Você pode gostar também

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Gostei, é incrível como simples detalhes fazem a diferença.
    Ando tão fragilizada, mas sei que vai passar.
    Que Deus te abençoe e esse bebe lindo bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amem minha linda.
      Vai dar tudo certo pra você, pois todos nós nacemos pra ser felizes.

      Obrigado pela visita, volte sempre!

      Excluir