Dicas,

10 Alimentos Que São Super Amigos do Cabelo

18:11 Emanuelly Magal 2 Comments


Oi Gentee! Tudo bem com vocês? No Post de hoje o assunto é cabelo. Coisa que todo mundo gosta de falar, né?! Principalmente eu, hahaha!
Já está mais do que provado que a alimentação interfere diretamente na beleza da pele. E com o cabelo a história não é diferente. Segundo a nutricionista Elaine de Pádua, tomar água também é fundamental para levar os nutrientes até o bulbo capilar. 
Eu fiz algumas pesquisas sobre o assunto, e encontrei essas informações e resolvi compartilhar com vocês, afinal, todas(o) nós queremos a saúde e o bem estar dos nossos cabelos, não é mesmo?! :)


Cenoura


Ela oferece dois nutrientes: o betacaroteno e a vitamina A. O primeiro é um antioxidante que combate a ação dos radicais livres e, assim, evita a queda e a perda de pigmentos que deixariam o cabelo grisalho. Já a vitamina A atua na saúde das células do couro cabeludo, nutrindo-as, e interfere na produção da oleosidade natural do fio.

Quantidade ideal: 1 unidade média por dia.


Espinafre


Por conter ferro, mineral que participa na formação dos glóbulos vermelhos, nutre os folículos capilares. Daí a explicação para a carência da substância provocar a perda de brilho, ressecamento, fraqueza e até queda capilar. "O espinafre é rico em clorofila, que, juntamente com o ferro, ajuda a equilibrar a oleosidade do couro cabeludo, fortalecer a raiz e normalizar o ciclo de crescimento dos fios".

 Quantidade ideal: 1 prato de sobremesa por dia.


Aveia


O grão contém silício, mineral capaz de estruturar a queratina, proteína que forma o cabelo. A aveia traz ainda vitaminas do complexo B e zinco. "Enquanto as primeiras otimizam a multiplicação das células do bulbo capilar, favorecendo o crescimento, o segundo ajuda no controle sobre as mudanças hormonais, que podem levar à queda e aos fios brancos antes do tempo", diz a nutricionista Patrícia.


 Quantidade ideal: 1 colher de sopa


Salmão



Além da proteína de altíssima qualidade, consuma também devido a boa quantidade de ácido graxo ômega 3 e selênio. Juntos, eles combatem inflamações, protegem o couro cabeludo contra a radiação ultravioleta e melhoram a circulação e a chegada de nutrientes ao bulbo capilar. Carne vermelha e frango também são boas opções de proteína magra.

Quantidade ideal: 1 filé médio pelo menos três vezes por semana.


Soja



Também é uma ótima fonte de proteína, nutriente que compõe 97% do cabelo. Se não há quantidade suficiente de proteína, o organismo não consegue produzir novos fios para substituir aqueles que caíram. Há ainda uma alteração do pigmento e da textura das mechas, que perdem a intensidade da cor e ficam opacas, secas, finas e fracas. "Outra vantagem de consumir o grão é que ele oferece biotina, importante nutriente para o desenvolvimento do folículo piloso, o que, na prática, previne que o cabelo fique quebradiço", diz a nutricionista Elaine de Pádua.

Quantidade ideal: 3 colheres de sopa por dia.


Laranja


O benefício para o cabelo está na parte branca que envolve os gomos, a chamada pectina. Ali ficam as fibras que vão ajudar a varrer para fora do organismo as toxinas, que, em excesso, contribuem para o aumento da oleosidade e o aparecimento da caspa.

Quantidade ideal: 1 unidade por dia.


Morango


A fruta oferece flavonoides e vitamina C, substâncias que ativam  a microcirculação sanguínea no couro cabeludo. Resultado: os fios crescem mais rápido, resistentes e menos sujeitos à queda, quebra e ao ressecamento.

Quantidade ideal: 1 xícara de chá por dia.



Iogurte Magro


Além de aminoácidos que fortalecem a fibra capilar, o iogurte traz vitaminas do complexo B. Elas favorecem o depósito de queratina no fio, deixando-o mais encorpado e resistente.

Quantidade ideal: 1 copo (200 ml) por dia.         


Castanha do Pará


A fruta oleaginosa merece espaço na sua dieta por oferecer zinco: a carência dele deixa o cabelo fino, quebradiço e sem brilho. "Ingerir a dose necessária do mineral proporciona melhor crescimento e desenvolvimento capilar, ajuda reduzir a oleosidade excessiva e previne a descamação no couro cabeludo", diz a nutricionista Fernanda Granja, de São Paulo.

Quantidade ideal: 2 unidades por dia.


Agrião


A fruta oleaginosa merece espaço na sua dieta por oferecer zinco: a carência dele deixa o cabelo fino, quebradiço e sem brilho. "Ingerir a dose necessária do mineral proporciona melhor crescimento e desenvolvimento capilar, ajuda reduzir a oleosidade excessiva e previne a descamação no couro cabeludo", diz a nutricionista Fernanda Granja, de São Paulo.

Quantidade ideal: 2 unidades por dia.





Inimigos do Cabelo

Segundo a nutricionista Gillian McKeith, autora do livro A Bíblia da Alimentação - Guia de A a Z para uma Vida Mais Saudável (Editora Alegro), entre os maiores vilões do cabelo bonito e saudável estão o açúcar, o carboidrato refinado (massa e pão branco) e o álcool.
"Eles elevam os níveis de insulina no sangue, desequilibrando alguns hormônios, o que pode ter um efeito negativo sobre os folículos capilares", afirma.
A autora sugere ainda reduzir o consumo de chá e de café, pois interferem na absorção de minerais, como o ferro, necessários para o crescimento do cabelo.






E aí gostaram? 
Me contem nos comentários ;)



Você pode gostar também

Comentários
2 Comentários

2 comentários: